segunda-feira, 31 de maio de 2010

Mulher, você merece algo melhor do que o cigarro



31 de MAIO   " Dia Mundial sem Tabaco"


Esse ano, a Organização Mundial da Saúde, OMS, escolheu como tema para as atividades comemorativas do Dia Mundial sem Tabaco, 31 de maio, "Gênero e tabaco com ênfase no marketing para mulheres".

As ações visam a alertar sobre as estratégias que a indústria do tabaco utiliza para atingir o público feminino e acerca dos males que seus produtos causam à saúde da população e ao meio-ambiente.

No Brasil, o Instituto Nacional de Câncer, INCA, desenvolveu peças promocionais para uma campanha com o slogan “Mulher, você merece algo melhor que o cigarro!”. As peças trazem a imagem de flores como um contraponto à do cigarro. As flores representam proteção ao meio-ambiente, beleza e qualidade de vida, contrastando com o cigarro que representa desmatamento, envelhecimento precoce e problemas de saúde.
 
Tabagismo feminino e sua complexidade

Questão de saúde pública
Para o enfretamento do tabagismo feminino, um dos desafios para a Saúde Pública no século XXI, é necessário entender o fenômeno globalmente e agir localmente, com estratégias inovadoras e mais adequadas às novas necessidades, aqui incluídas a construção social e compartilhada de conhecimentos e habilidades para encarar esse desafio. A magnitude do fenômeno do tabagismo ultrapassa as questões específicas do biológico e traz consequências na vida social, cultural e econômica.

Observa-se que os estudos científicos relacionados ao fumar feminino abordam a palavra gênero com sinônimo de sexo, numa abordagem biológica. É somente a partir da década de 1970 que surge a elaboração do gênero como conceito, decorrente da necessidade de aprofundamento da compreensão de determinadas questões relacionadas à sexualidade, à família e à herança, entre outros. Este conceito trouxe não só visibilidade à opressão da mulher e ao conjunto de relações sociais opressoras de sexo/gênero que as mulheres vivenciavam, mas possibilitou também maior entendimento sobre a questão.

Epidemiologia do tabagismo
O tabagismo feminino traz uma nova preocupação para a saúde pública. Os dados epidemiológicos do tabagismo feminino sob a ótica da leitura sociológica identificam três tendências – a pauperização, a juvenilização e a feminização.

A tendência de crescimento do tabagismo feminino ao longo das últimas décadas aponta para um quadro extremamente complexo, em que problemas emergentes se articulam aos anteriores e onde questões de saúde reprodutiva se associam às não-reprodutivas. O uso do tabaco potencializa os riscos, por exemplo, das associações entre doenças cardiocerebrovasculares e a contracepção hormonal e, nas patologias tradicionais, as relacionadas à gravidez e ao parto. As tendências epidemiológicas do tabagismo apontam para um problema que, dentro de poucos anos, será majoritariamente feminino.

Impacto do tabagismo na saúde da mulher

As principais causas de morte na população feminina hoje são, em primeiro lugar, as cardiovasculares (infarto agudo do miocárdio e acidente vascular encefálico); em segundo, as neoplasias – mama, pulmão e colo de útero; e, em terceiro, as doenças respiratórias. É possível perceber que as três causas podem estar relacionadas ao tabagismo, sendo que o câncer responsável pela maioria das mortes femininas (mama) já foi ultrapassado em incidência pelo de pulmão entre mulheres em diversos países desenvolvidos.


Dados sobre o impacto do tabagismo para a saúde da mulher fumante

1. O risco de infarto do miocárdio, embolia pulmonar e tromboflebite em mulheres jovens que usam anticoncepcionais orais e fumam chega a ser 10 vezes maior que o das que não fumam e usam este método de controle da natalidade.

2. Mulheres fumantes de dois ou mais maços de cigarros por dia têm 20 vezes mais chances de morrer de câncer de pulmão do que mulheres que não fumam

3. As mulheres têm risco maior de ter câncer de pulmão com exposições menores do que os homens. Adenocarcinomas ocorrem mais em mulheres fumantes do que em homens, e estão associados ao modo diferenciado de fumar (inalação profunda) e ou produtos voltados para a mulher.

4. Calcula-se que o tabagismo seja responsável por 40% dos óbitos nas mulheres com menos de 65 anos e por 10% das mortes por doença coronariana nas mulheres com mais de 65 anos.

5. Mulheres fumantes que não usam métodos contraceptivos hormonais reduzem a taxa de fertilidade de 75% para 57%, devido ao efeito causado pelas taxas de concentração de nicotina no ovário.

6. As fumantes que fazem uso de contraceptivos orais apresentam risco para doenças do sistema circulatório, aumentando em 39% as chances de desenvolver doenças coronarianas e 22 % a de acidentes vasculares cerebrais.

7. Fumar durante a gravidez traz sérios riscos. Abortos espontâneos, nascimentos prematuros, bebês de baixo peso, mortes fetais e de recém-nascidos, complicações com a placenta e episódios de hemorragia (sangramento) ocorrem mais frequentemente quando a grávida é fumante. Tais problemas se devem, principalmente, aos efeitos do monóxido de carbono e da nicotina exercidos sobre o feto, após a absorção pelo organismo materno.

8. Um único cigarro fumado pela gestante é capaz de acelerar em poucos minutos os batimentos cardíacos do feto, devido ao efeito da nicotina sobre seu aparelho cardiovascular.


Apague Essa Idéia!!!
Um Abraço.
  

quarta-feira, 26 de maio de 2010

DIA DO DESAFIO


No inverno de 1983, quando a temperatura em uma pequena cidade do Canadá chegava a 20 graus negativos, o Prefeito sugeriu que, às 15 horas, todos apagassem as luzes, saíssem de casa e caminhassem por 15 minutos ao redor do quarteirão mais próximo. Era um convite ao exercício do corpo.
Pelo total de eletricidade economizada no momento da caminhada, foi possível estimar o n úmero de pessoas envolvidas na atividade.
No ano seguinte, a experiência foi compartilhada com a cidade vizinha e ambas realizaram a caminhada juntas, na mesma data e horário. Estava lançado o espírito que definiria o programa do Dia do Desafio dali em diante.
O Dia do Desafio passou a realizar - se todos os anos na última quarta - feira do mês de maio, em todo o mundo, e cresce em n úmero de cidades e em total de participantes.

Como Funciona

Nesse dia, pessoas de todas as idades se envolvem em uma competição amigável entre cidades do mesmo porte, na tentativa de mobilizar a maior porcentagem de participantes, tendo como base de calculo o numero oficial de habitantes do município.
A competição é apenas estímulo à participação! Os “vencedores” são os cidadãos, que exercitam a integração social, a criatividade, a liderança e o espírito comunitário.

Grupos de cidades
As cidades inscritas são agrupadas em 7 categorias, de acordo com o número oficial de habitantes.

CATEGORIAS:
Categoria 1acima de 9.999 habitantes
Categoria 2de 10.000 a 19.999 habitantes
Categoria 3de 20.000 a 49.999 habitantes
Categoria 4de 50.000 a 99.999 habitantes
Categoria 5de 100.000 a 249.999 habitantes
Categoria 6de 250.000 a 999.999 habitantes
Categoria 7acima de 1.000.000.00

Para as cidades brasileiras, será considerado o número oficial do IBGE, contagem da população 2009, disponível no site  http://www.ibge.gov.br/cidadesat
Para as cidades do exterior número oficial de habitantes será fornecido pelos órgãos municipais responsáveis pelo evento.

Sorteio das cidades
Um sorteio eletrônico estabelecerá o desafio entre duas ou três cidades da mesma categoria, que irão disputar para mobilizar o maior percentual de habitantes.

Resultados
Após o encerramento das atividades, os Coordenadores Regionais, informam os resultados de cada cidade na área restrita do site do Dia do Desafio, até às 12h do dia 27 de maio.

E VOCÊ, JÁ SE MEXEU HOJE???

UM ABRAÇO...

sexta-feira, 14 de maio de 2010

Pegada Ecológica? O que é isso?

Você já parou para pensar que a forma como vivemos deixa marcas no meio ambiente? É isso mesmo, nossa caminhada pela Terra deixa “rastros”, “pegadas”, que podem ser maiores ou menores, dependendo de como caminhamos. De certa forma, essas pegadas dizem muito sobre quem somos!

Calcule sua pegada
 
Práticas que ajudam a diminuir a sua Pegada Ecológica


Adotar estilos de vida mais equilibrados e amigáveis com o meio ambiente é fundamental para o planeta. Há muitas coisas que você pode fazer no seu dia-a-dia, basta ter disposição e prestar atenção no caminho. O planeta e a vida agradecem!

ALIMENTAÇÃO
Evite alto consumo diário de proteínas (carne animal), de produtos industrializados e de fast food. Assim, além de uma dieta mais saudável, você irá evitar a produção de muitas embalagens, que logo viram lixo.
HÁBITOS
Todos os nossos hábitos de moradia, alimentação, consumo, locomoção têm relação direta com a utilização dos recursos naturais, assim como nossas opções de lazer

CONSUMO
O excesso de hábitos consumistas é um dos fatores que mais contribui para o esgotamento das reservas naturais do planeta. Evite substituir aparelhos de alta tecnologia sem necessidade e reduza o consumo de descartáveis.

MORADIA
Procure identificar vazamentos em sua casa ou no seu bairro, evite o uso da mangueira para limpar calçadas ou lavar o carro e junte roupas para lavar e passar.

TRANSPORTE
O aquecimento global é causado, em grande parte, pelos gases da combustão dos motores dos automóveis. Por isso, um transporte sustentável tem de levar o máximo de carga gastando o mínimo de combustível.


Divirta-se e aprenda!



A Casa Eficiente é um jogo virtual criado para conscientizar as pessoas do impacto do desperdício de energia nas mudanças climáticas. O desafio de quem visita a Casa Eficiente é encontrar maneiras de economizar energia e diminuir os danos ao meio ambiente. Cada mudança de hábito garante mais pontos ao jogador. Vence o jogo quem diminuir ao máximo o nível de desperdício na casa.
Ao navegar pela casa, você também também vai encontrar dicas de como utilizar melhor os aparelhos eletrônicos para gastar menos energia e informações sobre o impacto de pequenos gestos no clima do planeta.
O setor de energia, considerado o maior vilão das mudanças climáticas, é responsável por 37% de todas as emissões de gás carbônico no mundo. A cada ano, a indústria energética no planeta emite 23 bilhões de toneladas de CO2, o equivalente a mais de 700 toneladas por segundo.
Por enquanto, a matriz energética brasileira é considerada uma das mais limpas do planeta. Atualmente, 75% da energia elétrica gerada no país vêm de hidrelétricas. Porém, produzir energia de forma sustentável não basta, precisamos consumir de maneira eficiente, diminuindo a pressão sobre os recursos naturais.


UM ABRAÇO!

domingo, 9 de maio de 2010

Quando Deus Criou as Mães
(Autora: Erma Bombeck)


No dia em que o bom Deus criou as mães
(e já vinha virando o dia e noite há seis dias) um anjo apareceu e disse:

- Por que tanta inquietação por causa dessa criação, Senhor?

E o Senhor respondeu:
- Você já leu as especificações desta encomenda? Ela tem que ser totalmente lavável, mas não pode ser de plástico; deve ter 180 partes móveis e substituíveis; funcionar à base de café e sobras de comida; ter um colo macio que sirva para matar a fome das crianças; um beijo que tenha o dom de curar qualquer coisa, desde perna quebrada até namoros terminado... e seis pares de mãos.

O anjo balançou lento a cabeça e disse:
- Seis pares, Senhor? Parece impossível!

- Não é esse o problema, disse o Senhor. E os três pares de olhos que as mães tem que ter?

E o anjo indagou:
- O modelo padrão tem isso?

O Senhor assentiu.
- Um par para ver através de portas fechadas, para quando se perguntar, que é que as crianças estão fazendo lá dentro (embora já o saiba); outro par na parte posterior da cabeça, para ver o que não deveria mas precisa saber. E naturalmente os olhos normais, capazes de fitar uma criança em apuros e dizer-lhe: Eu te compreendo e te amo, sem proferir uma palavra.

- Senhor, disse o anjo, tocando-Lhe levemente na manga, é hora de dormir. Amanhã é um novo dia...

- Não posso, replicou Deus, está quase pronta. Já tenho um modelo que se cura sozinho quando adoece, consegue alimentar uma família de seis pessoas com meio quilo de carne moída e convence uma criança de nove anos a tomar banho.

O anjo rodeou vagarosamente o modelo de mãe.
- É muito delicada, suspirou.

- Mas é resistente, respondeu o Senhor entusiasmado.
- Você não imagina o que esta mãe pode fazer ou suportar.

- E ela pensa? indagou o anjo.

- Não apenas pensa, mas discute e faz acordos, explicou o criador.

Finalmente, o anjo se curvou e passou os dedos pelo rosto
do modelo de mãe.

- Há um vazamento, retrucou.

- Não é um vazamento, disse Deus, é uma lágrima.

- E para que serve? indagou o anjo.

- Para exprimir alegria, tristeza, desapontamento, dor, solidão, orgulho.

- Vós sois um gênio, disse o anjo.

Mas o Senhor ficou melancólico disse:
- Isso apareceu assim, naturalmente; não fui eu quem colocou nela...

Minha Mãe

TÁ PROCURANDO O QUE???? NÃO PRECISA SAIR...O GOOGLE ESTÁ AQUI!!

Pesquisa personalizada