quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

Simplesmente Feliz

Tenho nas minhas mãos, dois caminhos, duas decisões, mesmo quando tudo parece desabar cabe a mim decidir, entre rir ou chorar, entre ir ou ficar, entre desistir ou lutar...

Tenho nas minhas mãos, o bem e o mal e entre eles poucos pensamentos,um diz para fazer sem culpa, o outro pensa, reflete e pede para esperar enquanto o mundo se perde em erros, posso me manter sereno, sem medo porque tenho a chave da minha vida nas minhas mãos então, hoje, me sinto mais forte, pois atravessei os desertos da alma, amei quem não me amou e deixei de lado quem muito me amava, atravessei caminhos nem sempre floridos, que deixaram marcas profundas em mim, mas amei e fui amada, por isso, tenho nas minhas mãos bem mais que a vida tenho a dúvida e a certeza, a esperança e o medo, o desejo e a apatia, o trabalho e a preguiça e me dou o direito de errar sem me cobrar, e acertar sem me gabar, porque descobri no caminho incerto da vida, que o mais importante é o decidir e decidi, de uma vez por todas ser simplesmente FELIZ

e esse caminho não tem volta...



4 comentários:

Gi - Oh So Jolly disse...

Oi Roberta, bem vinda a blogosfera =)

Obrigada pela visita no meu blog!

Estou te seguindo aqui, ok?!

bjo

lilly disse...

olá roberta!
benvinda!
vai ser otimo ter mais uma amiga blogueira!
tambem sou funcionaria publica, tenho dois filhos ( dois meninos) dois filhos blogs ( coisadelilly e blog da reforma ) e dois filhos animais ( Loba e keith)
bjs!
que sua reforma seja um show!
lilly
http://coisadelilly.wordpress.com
http://blogdareforma.worpdress.com

Paulo Tamburro disse...

Roberta, o texto é excelente, gostei e serei seu seguidor.

Mas, deixe-me perguntar o seguinte, Cordeiro ,não é aquele ramal que vai dar em Morro Azul do Tinguá e Sacra Família?

Pergunto isto, porque na juventude frequentava a Colônia de férias do City Bank, uns poucos quilômetros antes da estação ferroviária de Morro Azul.

Na epóca, um trem Maria fumaça, parava numa pequena estação inprovisada e mandada fazer pelo próprio pessoal da colônia.

Mo meu blog tem meu e-mail e ficaria muito grato, caso você pudesse acessá-lo .

Eu tenho quase certeza, ou não (rsrs) , pois acho que é CONRADO. Agora fiquei em dúvida.

Espero que você tenha muito êxito com seu blog, pois eu já estou aí.

E modestia à parte eu sou pé quente!

Um abração carioca.

Geisa Machado disse...

Oi Roberta!
Obrigada pela sua visita e o seu carinho.
Pelo amor de Deus, deixe a sua filha brincar com as penelinhas! rsrsrs Eu entendi a brincadeira, mas se me permite esclarecer, o que eu coloco é como a mulher ficou presa a estes modelos e se condicionou. Ela pode até ser uma ótima dona de casa, desde seja por escolha. E é claro que para isso nós vamos mostrar a criança as possibilidades que existem, deixando-a livre para escolher.
Vc é nova na blogosfera? Então seja muito bem vinda. Que este mundo te traga muitas alegrias e muito sucesso.
O seu post é ótimo! Mostra muito bem como somos duais. A vida é exatamente isso: a gente buscando integrar estes nossos dois lados, muitas vezes contraditórios. Os conflitos surgem daí.
Boa sorte! Volte mais vezes ao meu cantinho. Eu, com certeza, voltarei aqui!
Bjusss

TÁ PROCURANDO O QUE???? NÃO PRECISA SAIR...O GOOGLE ESTÁ AQUI!!

Pesquisa personalizada